Publicado em 16/05/2024

Flagship store: saiba tudo sobre esse modelo de loja

Flagship store: saiba tudo sobre esse modelo de loja

Geofusion Victor Melo
LinkedIn
Compartilhe:
flagship-store-f

Com o foco em gerar experiências superiores aos consumidores, cada vez mais varejistas têm investido num tipo de loja conhecido como flagship store. Em síntese, é uma loja conceito, desenhada sob medida para simbolizar a essência da marca.

Você já se perguntou de que maneira esse tipo de estabelecimento contribui para os resultados comerciais? E para além das vendas, o que mais é possível obter ao investir nele?

Nós temos respostas para essas e outras perguntas, que vamos te mostrar aqui detalhando o seguinte:

  • o que é uma flagship store;
  • quais são as características essenciais desse tipo de loja;
  • como montar a sua da maneira mais estratégica possível;
  • e muito mais.

Confira! 

O que é uma flagship store?

O termo flagship store pode ser livremente traduzido para “loja carro-chefe” ou “loja principal”. Ele se refere a um tipo de loja conceito que grandes varejistas instalam em localidades específicas para proporcionar uma experiência de imersão diferenciada.

Curiosamente, a nomenclatura vem de tradições navais em que o navio principal é o líder de uma frota. Como tal, costuma ser o maior, o mais conhecido ou o que carrega as melhores armas.

Logo, a ideia de montar uma flagship store é que ela se torne uma vitrine para uma marca ou rede de varejo.

Sua função é mais que vender: é atrair clientes para uma experiência diferenciada, ser um ponto de referência, um local que as pessoas curiosas ou fãs queiram visitar.

Nos últimos anos, as flagship stores ganharam força por serem “instagramáveis”. Ou seja, elas são curiosas e as pessoas querem visitá-las para produzir imagens a serem publicadas nas redes sociais.

Seja como for, esse tipo de estabelecimento precisa ser diferente de todas as outras unidades da mesma marca ou rede.

Ela tem que ser vista pelo público-alvo como um lugar que gere prestígio a ser visitado, bem como transparecer os valores intangíveis do branding.

ebook-expansao-unidades

Apple Fifth Avenue: um exemplo memorável de flagship store

A flagship store da Apple em Nova York nunca dorme; está aberta 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano. 

Ela é um impressionante cubo de vidro quadrado de 9 metros com o logotipo da marca iluminado. 

Os clientes precisam descer pelo elevador ou pelas escadas curvas para entrar na loja propriamente dita. Ali, além de comprar, também podem aproveitar serviços de resolução de problemas e suporte.

Além disso, a Apple 5th Avenue oferece um vasto programa de eventos e workshops que ajudam os clientes a se familiarizar com tudo que envolve a marca; desde produtos básicos até videografia, por exemplo.

→ Leia também:

Quais são as características de uma flagship store?

Diversas características tornam uma flagship store diferente de tudo o que se pensa em loja conceito no varejo. Entre eles, os mais destacados são os que você vê a seguir.

Design e arquitetura

O design e a arquitetura são cuidadosamente planejados para refletir a identidade da marca. Eles precisam ter uma intencionalidade inovadora e impactante. 

Isso porque esses espaços devem ter uma estética sofisticada, com elementos únicos e materiais de alta qualidade, criando uma experiência visual diferenciada.

Além da aparência, a funcionalidade de uma flagship store também é essencial. Isso inclui a disposição dos produtos, a iluminação e a sinalização projetando uma atmosfera envolvente e que condiga com os valores da marca.

Tecnologia integrada

Flagship stores frequentemente utilizam tecnologias avançadas para melhorar a experiência dos consumidores.

Dentro disso, lança-se mão de displays interativos, realidade aumentada e sistemas de pagamento automatizados, entre outros recursos digitais.

Com frequência, os lojistas incorporam em suas lojas conceito ferramentas de análise de dados para personalizar as ofertas e entender o comportamento dos clientes.

Estoque e itens exclusivos

Outra característica marcante das flagship stores é a oferta de produtos exclusivos, que não estão disponíveis em outras unidades. Esses itens limitados atraem clientes que procuram exclusividade.

Além disso, o estoque dessas lojas é geralmente mais abrangente e diversificado, proporcionando uma gama completa de produtos da marca. 

Tudo para tornar o estabelecimento um destino único no qual as pessoas se sintam especiais ao frequentar.

Como montar uma flagship store?

Veja agora algumas dicas para estruturar uma flagship eficiente.

Estude o mercado

Para montar uma flagship store, o primeiro passo é estudar o mercado

Dentro disso, cabe analisar as tendências do setor e observar o que as marcas líderes estão fazendo. Isso para identificar lacunas a serem preenchidas, gerando diferenciação da concorrência.

Deve-se examinar cuidadosamente as preferências e comportamentos dos consumidores-alvo. Isso ajuda, por exemplo, a determinar quais produtos ou serviços tornar exclusivos da flagship store. 

Entenda qual é o público do entorno

Também é importante conhecer bem o público do entorno onde se pretende abrir uma flagship store. 

Para tal, pesquisas demográficas e psicográficas são recomendadas, além de avaliações de faixa etária, nível de renda, estilo de vida e preferências de consumo.

A ideia, neste ponto, é entender em profundidade as particularidades do público local para que a personalização da experiência da loja seja condizente com ele.

Logo, ficará mais fácil adaptar o mix de produtos e serviços para que não se caia no erro de ter apenas “uma loja diferente”.

Saiba se o local possui um bom fluxo de pessoas

Também a escolha de um local com bom fluxo de pessoas é determinante na hora de projetar uma flagship store. 

Faz-se levantamento dos pontos de alto tráfego na área desejada, bem como avaliação de centros comerciais, ruas movimentadas e áreas turísticas — que podem ser opções viáveis.

Vale a pena observar a movimentação em diferentes horários e dias da semana. Bem como certificar-se de que o local seja acessível e tenha boa visibilidade.

Desenhe um layout de loja diferenciado

Inovador, convidativo, diferente de tudo o que a marca já fez em outras unidades: esses fatores devem ser considerados ao elaborar o layout da flagship store.

O design precisa refletir a identidade da marca e oferecer uma experiência única aos clientes.

Ele, além de belo, deve ser aplicado com materiais de alta qualidade e elementos visuais impactantes — ao passo que proporciona usabilidade e conforto físico e emocional.

Quanto à organização do espaço, ela deve ser de tal forma que os clientes se sintam à vontade para explorar. Isso inclui a distribuição estratégica da iluminação e áreas interativas, por exemplo.

→ Leia também:

Ofereça produtos exclusivos

Uma máxima não pode ser esquecida: a flagship store deve oferecer produtos exclusivos — lançamentos em primeira mão geralmente funcionam bem.

Este é o espaço para se trabalhar edições limitadas, colaborações especiais, e tudo o mais que torne o espaço de fato diferente das demais unidades.

Crie experiências sensoriais

Também é recomendado fornecer experiência sensorial como um diferencial na flagship store. Ou seja, trabalhar com os sentidos dos clientes para criar um ambiente memorável. 

Nesse sentido, são bem-vindos aromas agradáveis, música ambiente, texturas diferenciadas, degustações… Tudo para estimular a interação e a criação de um clima de “eu mereço estar aqui”.

Treine a equipe

Por fim, não se deve esquecer que a equipe da flagship store precisa ter um treinamento diferenciado. 

Vale a pena investir em capacitação para que os funcionários entendam a filosofia da marca e saibam como oferecer um atendimento excepcional.

Eles devem ser capazes de responder a perguntas, dar sugestões e resolver problemas com mais agilidade e eficiência do que acontece nas demais unidades.

Utilize geomarketing para sua montar sua flagship store

Para garantir sucesso ao criar e implementar uma flagship store, é importante lançar mão de métodos e tecnologias que amparam decisões acertadas.

Neste sentido, o geomarketing é uma ferramenta poderosa. Ele utiliza dados geográficos e demográficos para otimizar planejamentos — do estudo do público-alvo à escolha do local para a loja conceito. 

Entre as muitas frentes em que o geomarketing pode ajudar nesse empreendimento, destacam-se: 

  • análise de localização, via descobertas de densidade populacional, perfil demográfico e concorrência, por exemplo;
  • estudo de perfil de consumo, com dados demográficos como idade, renda, interesses, hábitos e comportamentos;
  • segmentação geográfica, visualizando mapas com padrões de consumo, entre outros;
  • benchmarking competitivo, avaliando a presença e a performance da concorrência nas localidades onde se deseja estabelecer ou potencializar os resultados da flagship store;
  • planejamento de campanhas de marketing, para direcionar ações em busca de maior potencial de retorno — financeiro, mas também de posicionamento de marca, entre outros; 
  • monitoramento de performance, visualizando com clareza o fluxo de clientes, as vendas, as repercussões, entre outras variáveis que ajudam a visualizar o sucesso da loja conceito;
  • e muito mais. 

Conclusão

Uma flagship store, ou loja conceito, representa o ápice da expressão de uma marca. Ela transcende a mera função de ponto de venda para se tornar um marco na experiência do cliente. 

Cuidadosamente projetada para encapsular e comunicar a essência e os valores da marca, proporciona uma imersão completa aos visitantes. 

Cada elemento, desde o design arquitetônico até a disposição dos produtos, é meticulosamente planejado para criar um ambiente que envolve e engaja. 

Em suma, a combinação de design sofisticado, localização estratégica e produtos exclusivos transforma a flagship store em um palco onde a marca pode se apresentar de maneira espetacular. Com isso, fortalecendo sua presença no mercado.

Que tal saber mais sobre como entender o perfil do seu consumidor para oferecer experiências totalmente adequadas a eles? Acesse nosso material exclusivo:

ebook-expansao-unidades
Geofusion Victor Melo
LinkedIn
Compartilhe:
Newsletter

Receba nossos conteúdos exclusivos!


Outras postagens

Intenção de compra: saiba o que é, tipos e aplicações no mercado

Cobertura de estoque: saiba como gerir com eficiência

Análise de mercado: o que é e como fazer?

Share de gôndola: o que é e a importância do indicador para indústrias