Publicado em 10/03/2023

Como definir o perfil de aluno ideal para sua rede de ensino?

Como definir o perfil de aluno ideal para sua rede de ensino?

Geofusion Hannah Schroer
LinkedIn
Compartilhe:

O geomarketing é uma ferramenta poderosa para a expansão de redes de ensino. Quando você utiliza dados de inteligência geográfica e análises de mercado, consegue identificar as áreas em que há uma demanda maior por escolas e até mesmo definir o perfil de aluno ideal para a sua rede.

Com essas informações, sua rede consegue tomar decisões melhores e mais informadas para fazer uma expansão mais eficiente, que alcance seu público-alvo e aumente as chances de sucesso das novas unidades.

Neste artigo, você vai descobrir como pode utilizar geomarketing para definir os objetivos da sua expansão, como criar o perfil de aluno ideal para sua rede e quais os melhores dados geográficos para analisar nesse cenário.

Vamos lá? Siga lendo!

Defina o perfil de aluno ideal para sua rede de ensino

Um dos maiores desafios do setor de ensino é a captação de alunos. Afinal, com a retomada das aulas presenciais após o período pandêmico, o setor precisou se readaptar de diversas formas.

O ensino híbrido e os polos EAD estão cada vez mais presentes, mas mesmo as instituições de ensino que oferecem esses tipos de cursos e aulas precisam se atentar ao mercado e criar estratégias de captação e matrículas.

No entanto, para fazer isso com eficiência, é fundamental entender quem é o perfil de aluno ideal para sua instituição. Afinal, de nada adianta criar diversas estratégias para captar mais alunos se você não souber aonde quer chegar e quem quer alcançar.

Algumas perguntas que você pode responder para entender melhor o perfil de aluno ideal para sua rede de ensino são:

  • Qual a faixa etária desse aluno?
  • Em qual região ele mora?
  • Qual a faixa de renda da família dele?
  • O quanto sua família está disposta a investir em educação?

Com essas informações, será muito mais fácil e efetivo criar estratégias que irão ajudar sua empresa a atingir os melhores resultados.

É possível ir além e analisar mais a fundo o seu público-alvo. Com geomarketing, sua rede pode explorar informações geográficas relevantes e obter dados acurados sobre os seus possíveis alunos.

Veja a seguir alguns exemplos de como utilizar geomarketing para definir o perfil de aluno ideal para sua rede de ensino.

Nova call to action

Como usar geomarketing para definir o perfil de aluno?

No tópico acima, exploramos algumas informações que sua rede pode obter, respondendo perguntas simples sobre seu perfil de aluno ideal.

Além disso, analisar o histórico da escola, faculdade ou curso livre entregará dados relevantes sobre tendências e padrões já existentes.

Por exemplo, ao analisar as informações sobre os alunos já matriculados na instituição, você pode descobrir que a maioria dos estudantes moram em determinada região.

Isso facilita todo o processo de expansão da rede, já que é possível analisar a localidade e buscar outras áreas com as mesmas características para encontrar potenciais alunos.

Conhecendo esses aspectos do seu aluno ideal, uma ferramenta de inteligência geográfica facilita todo o restante do processo.

Entenda algumas análises possíveis com geomarketing para definir o perfil de aluno ideal:

Mapeamento por renda média domiciliar

Os valores que sua instituição cobra pelas matrículas e mensalidades fazem muita diferença na definição do perfil de aluno ideal.

Por exemplo, se a rede de ensino tem o foco em públicos de classes sociais A e B, é ideal que procure expandir em regiões em que há mais pessoas situadas entre esse público de alto poder de compra.

Para isso, utilizamos uma ferramenta de geomarketing para encontrar onde habitam as pessoas cuja renda média domiciliar esteja acima de R$ 4.458,00 em Belo Horizonte, Minas Gerais:

Para definir o perfil de aluno ideal, é importante compreender a renda média da região. No mapa, microáreas com maior presença de pessoas das classes sociais A e B em Belo Horizonte

Microáreas com maior presença de pessoas das classes sociais A e B em Belo Horizonte – MG

Os tons mais escuros do mapa mostram onde o indicador de renda média domiciliar é mais alto. Já os tons mais claros representam menor renda.

Prontamente é possível perceber que Mangabeiras é a microárea em destaque para o público do exemplo.

Outras informações geográficas conseguem mostrar ainda mais informações sobre o perfil de aluno ideal para sua instituição. Veja a seguir.

Potencial de consumo para matrículas

Além da renda familiar compatível aos valores da mensalidade da sua rede, também é importante que o perfil de aluno ideal possua pretensão de consumir os seus serviços.

Em outras palavras, o mais adequado é expandir em uma região onde as pessoas possuam orçamento para investir especificamente em ensino.

Na prática, um software de geomarketing consegue identificar essas regiões:

Perfil de aluno ideal: importante definir sabendo o potencial de consumo das regiões.

Potencial de consumo para matrículas e mensalidades por microárea para classes A e B em Belo Horizonte – MG

Perceba como o mapa do mesmo município muda conforme vamos adicionando camadas às análises. É possível notar no mapa acima como Mangabeiras perde destaque e Funcionários e Serra se tornam mais interessantes.

No entanto, sua rede pode filtrar para as categorias que mais fizerem sentido. Uma rede de escolas de idiomas, por exemplo, pode analisar o potencial de consumo para matrículas e mensalidades para cursos livres. Os resultados serão ainda mais específicos dessa forma.

Identificação de faixa etária

Qual a faixa etária do seu perfil de aluno ideal?

Uma rede de ensino superior poderia buscar jovens adultos, faixa etária mais comum nos alunos ingressantes de universidades presenciais e à distância, segundo o Censo da Educação Superior de 2021.

Com geomarketing, é possível identificar onde eles estão mais presentes em Florianópolis, capital de Santa Catarina:

Perfil de aluno ideal em Florianópolis - SC. No mapa, faixa etária entre 20 a 24 anos.

Microáreas com maior quantidade de pessoas entre 20 e 24 anos em Florianópolis – SC

Novamente, os tons mais escuros de azul representam a predominância de pessoas na faixa etária procurada. No caso de Florianópolis, Trindade, Continental e Ingleses são as microáreas mais jovens, seguidas do Centro e de Canasvieiras.

Mensuração do fluxo de pessoas

A renda média, potencial de consumo e faixa etária já revelam informações valiosas sobre o perfil de cliente ideal da sua rede. Mas será que esses potenciais clientes estão trafegando perto da sua unidade?

Em outras palavras, a região é frequentada pelo seu público? É fundamental analisar a área com geomarketing, para identificar quantas pessoas transitam por ela.

Fluxo de passantes em Florianópolis, para definir o perfil de aluno ideal.

Fluxo de passantes na microárea Continental, em Florianópolis – SC

No mapa acima, você pode entender o fluxo de pessoas da seguinte forma:

  • Em vermelho, o fluxo mais intenso;
  • Em laranja, fluxo médio;
  • Em verde, fluxo baixo;
  • Em azul, fluxo muito baixo.

Dessa forma, é possível perceber como Continental é uma microárea com fluxo de passantes bastante intenso. Além disso, como você viu na análise anterior, a região é uma das que possui predominância de pessoas na faixa etária entre 20 e 24 anos.

Isso indica uma região com provável presença do aluno ideal para sua rede.

Área de deslocamento

Para finalizar, outro aspecto relevante do seu perfil de aluno ideal é o quanto os estudantes estão dispostos a se locomover para chegar até a instituição.

Seguindo as mesmas análises feitas nos tópicos acima, foi possível encontrar a microárea Casa Forte, em Recife, capital de Pernambuco, onde existe predominância de público das classes A e B, com potencial de consumo para matrículas e mensalidades, além de um alto fluxo de passantes.

Microáreas com maior predominância de renda média A e B, fluxo de passantes e potencial de consumo para matrículas e mensalidades em Recife – PE

No mapa abaixo, vamos considerar a localização de uma escola fictícia, na microárea Casa Forte. A partir da base de dados própria da escola, a rede poderia descobrir que a maior parte dos seus alunos está, por exemplo, até 1 km de distância.

Com geomarketing, sua rede consegue visualizar essa locomoção a pé ou de carro para compreender a abrangência desse território. Veja abaixo:

Área de deslocamento de 1km de carro e a pé até escola fictícia em Recife – PE

O ponto em vermelho representa a escola fictícia. Já a linha em azul representa o deslocamento em até 1 km de carro até a unidade e a linha em cor-de-rosa, o percurso a pé.

Com essas informações, a rede pode mapear a área de influência da unidade, localizar concorrentes na região e até mesmo estudar a abertura de uma nova unidade fora da área de deslocamento, para alcançar um público ainda maior.

Utilize geomarketing para alcançar o perfil de aluno da sua rede

Usar geomarketing é fundamental para compreender o perfil de aluno ideal para sua rede de ensino.

Além disso, com inteligência geográfica é possível:

  • Ter uma visão precisa do mercado;
  • Definir os melhores preços para as mensalidades;
  • Encontrar onde estão seus concorrentes;
  • Compreender os municípios que apresentam tendência de crescimento da taxa de natalidade, para identificar regiões que se tornarão atrativas para o segmento de ensino no futuro;
  • E muito mais!

Para fazer todas essas análises, sua melhor escolha é a Geofusion, a única com um software de geomarketing específico para o setor de ensino.

Quer conhecer mais e solicitar uma demonstração do produto? Preencha o formulário abaixo:

Nova call to action

Tags           
Geofusion Hannah Schroer
LinkedIn
Compartilhe:
Newsletter

Receba nossos conteúdos exclusivos!


Outras postagens

Intenção de compra: saiba o que é, tipos e aplicações no mercado

Cobertura de estoque: saiba como gerir com eficiência

Análise de mercado: o que é e como fazer?

Share de gôndola: o que é e a importância do indicador para indústrias