Publicado em 09/04/2024

Loja perfeita no varejo: o que é e como tornar o ponto de venda mais eficiente

Loja perfeita no varejo: o que é e como tornar o ponto de venda mais eficiente

Geofusion Hannah Schroer
LinkedIn
Compartilhe:
Loja perfeita

Loja perfeita é um conceito de Trade Marketing para se referir a estabelecimentos comerciais que oferecem uma excelente experiência ao consumidor.

É também uma estratégia para o alcance de uma meta ambiciosa. Portanto, exige uma abordagem holística e integrada, envolvendo a colaboração entre fabricantes, distribuidores e varejistas.

Há corporações como a Unilever, uma das maiores defensoras desse conceito, que têm um programa ativo de loja perfeita. O que é bem parecido com a Procter & Gamble (P&G), que chama seu programa de “Loja Dourada”.

Vamos nos aprofundar neste tema?

Continue lendo para ver:

  • em detalhes, o que é loja perfeita;
  • quais vantagens essa estratégia;
  • qual a importância da localização no esforço de se chegar à loja perfeita;
  • e muito mais!
ebook-kit-de-expansao-2024

O que é loja perfeita?

“Loja Perfeita” é um conceito fundamental em Trade Marketing, que busca maximizar a eficácia da apresentação de produtos em PDVs para impulsionar as vendas.

É também uma estratégia que envolve uma série de práticas e técnicas destinadas a otimizar a experiência de compra do consumidor.

Dessa forma, garantindo que os produtos certos estejam disponíveis no momento certo, no lugar adequado e nas condições ideais.

Para se chegar à loja perfeita, os profissionais da área trabalham em diversas frentes, incluindo:

  • gestão eficaz do estoque;
  • disposição atraente e funcional das mercadorias;
  • implementação de displays promocionais impactantes;
  • garantia de que o preço e as informações estejam claros e acessíveis;
  • entre outras.

No detalhe, a ideia é criar um ambiente atrativo aos consumidores e também facilitar o processo de decisão de compra. Com isso, potencializando resultados de faturamento, receita e lucro.

A implementação desse conceito requer uma profunda compreensão do comportamento do consumidor e das preferências de compra específicas do público-alvo da marca.

Isso significa analisar dados de vendas, feedback e tendências de mercado para adaptar a apresentação dos produtos e as estratégias promocionais de acordo com o que funciona melhor para cada categoria de produto e ponto de venda.

Também a personalização é um componente chave, uma vez que diferentes produtos e lojas podem exigir abordagens distintas para maximizar o apelo junto aos consumidores.

Além disso, o uso da tecnologia para coletar e analisar dados em tempo real permite ajustes ágeis e informados nas estratégias de merchandising, promovendo uma melhoria contínua no desempenho de vendas.

Além dos aspectos visuais e operacionais, o conceito de loja perfeita engloba também a experiência geral do cliente, incluindo o atendimento e a facilidade de navegação no estabelecimento.

→ Leia também:

checklist-expansao

Quais as vantagens de investir nessa estratégia?

Veja, a seguir, um detalhamento dos principais benefícios de se investir em uma estratégia de loja perfeita.

Aumento das vendas

A otimização da apresentação dos produtos e a criação de um ambiente de compra agradável incentivam os consumidores a comprar mais.

Displays e ativações promoções estrategicamente localizados podem estimular compras por impulso, aumentando o ticket médio por cliente, por exemplo.

Melhoria na experiência do cliente

A disposição física dos produtos, mas também a qualidade do serviço, a facilidade de navegação na loja e a disponibilidade de informações faz com que os clientes se sintam bem na loja.

Essa estratégia aumenta a satisfação do cliente, fomenta a lealdade à marca e incentiva recomendações — via web e também boca a boca.

Ganho de competitividade

Uma estratégia eficaz de “Loja Perfeita” também é um diferencial competitivo importante.

Ao criar uma experiência de compra superior e garantir que os produtos sejam apresentados de forma otimizada, a comparação com os concorrentes é inevitável (e o consumidor a faz, mesmo que inconscientemente).

Isso não só ajuda a capturar uma maior fatia de mercado, além de construir uma imagem de marca forte e positiva, que é essencial para a sustentabilidade de longo prazo.

Aumento da eficiência operacional

A estratégia de loja perfeita promove uma abordagem mais disciplinada e orientada por dados para a apresentação de produtos, o que contribui para aumentar a eficiência operacional.

O uso de análises de dados para tomar decisões sobre merchandising, por exemplo, permite uma alocação mais eficaz de recursos e esforços.

Por que a parceria entre a indústria e o varejo é fundamental para a estratégia de loja perfeita?

Em uma estratégia de loja perfeita, a parceria entre a indústria e o varejo transcende a tradicional relação de compra e venda.

Este modelo de cooperação permite o compartilhamento de informações, por exemplo, sobre os consumidores. Dessa forma, adaptando-se com mais agilidade às demandas do mercado e às preferências dos shoppers.

As vantagens dessa colaboração são inúmeras, abrangendo desde a otimização do estoque até a personalização da experiência de compra.

Compartilhamento de dados

Em primeiro lugar, a partilha de dados sobre o comportamento de compra dos clientes possibilita que indústria e varejo desenvolvam estratégias de produtos mais assertivas.

Ao entender melhor o que motiva a decisão de compra, é possível ajustar a produção, distribuição e promoção de produtos para atender às necessidades específicas do consumidor final.

Isso resulta em diferenciação e, consequentemente, em fidelização, maior receita e rentabilidade.

ebook-conseguir-dados-clientes

Tecnologia no PDV

Além disso, a sinergia entre essas partes facilita a implementação de inovações tecnológicas no ponto de venda, como pagamento via QR Code e sistemas de self-checkout.

Essas tecnologias agilizam o processo de compra, melhoram a experiência do usuário e reduzem custos operacionais.

Uma relação sólida viabiliza a experimentação de forma mais eficiente, já que o risco e os investimentos podem ser compartilhados.

Personalização da jornada de compra

A customização da jornada de compra também fica facilitada quando indústria e varejo atuam juntos, via Trade Marketing. 

Com acesso a dados detalhados sobre os hábitos de consumo, é possível criar ofertas e promoções personalizadas, aumentando a percepção de valor por parte do cliente. 

Essa abordagem direcionada eleva as taxas de conversão e potencializa os resultados de vendas.

Gestão otimizada do estoque

O compartilhamento de informações ainda contribui para uma melhor gestão do estoque, garantindo que os produtos certos estejam sempre disponíveis. Isso minimiza perdas, otimiza o espaço de armazenamento e assegura uma oferta alinhada com a demanda.

O que considerar no planejamento de loja perfeita?

Veja agora as frentes que não podem ser ignoradas ao projetar a implementação do conceito de loja perfeita. 

Início com conhecimento profundo e mapeamento

Comece por uma pesquisa aprofundada para entender o negócio e o público-alvo. 

O primeiro passo envolve mapear a cadeia de suprimentos para identificar as preferências do consumidor desde o início do processo de produção. 

É importante considerar os valores relacionados a ESG (Environmental, Social, and Governance), que têm um peso significativo nas decisões de compra dos consumidores. 

E também observar a qualidade e a logística, para assegurar a entrega de produtos de qualidade no PDV.

Estabelecimento de objetivos e metas e seleção de KPIs

Após isso, utilize a metodologia SMART para formular objetivos de forma específica, mensurável, alcançável, relevante e temporal. 

Ademais, selecione os indicadores de desempenho chave (KPIs) adequados para dimensionar o sucesso das etapas mapeadas. Faça isso concentrando esses quatro pilares principais: 

  • disponibilidade do produto;
  • visibilidade no ponto de venda;
  • exibição;
  • valor.

Implementação de estratégias de merchandising e Trade Marketing

Nesta fase, implemente ações de merchandising no PDV  para melhorar a eficiência da venda. 

É essencial que exista uma colaboração efetiva e comunicação entre todos os envolvidos na cadeia de suprimentos para garantir uma execução alinhada e eficaz, elevando assim a satisfação do consumidor.

Escolha e implementação de tecnologias

Escolha de tecnologia apropriada para suportar e otimizar a estratégia. 

Para isso, priorize ferramentas que permitam a padronização de processos, coleta e análise de dados facilitam a colaboração entre as partes envolvidas. 

A implementação de sistemas de Trade que oferecem funcionalidades como checklists online, cadastro de imagens para acompanhamento no PDV e acesso a dados em tempo real é recomendada.

Nova call to action

Monitoramento e melhoria contínua

Por fim, tenha em mente que essa estratégia nunca está 100% completa.

O acompanhamento regular dos KPIs é essencial para avaliar o sucesso e identificar áreas que necessitam de melhoria.

Com base nos insights coletados, faça ajustes e otimizações contínuas nas práticas, processos e colaborações. Dessa forma, é possível alcançar a eficiência operacional máxima e uma experiência de compra perfeita para o consumidor.

Qual a importância da localização para uma loja perfeita?

Por fim, vale a pena refletir também em como a localização do estabelecimento comercial impacta na iniciativa de loja perfeita.

Uma localização estratégica maximiza a visibilidade, acessibilidade e conveniência para o cliente, elementos essenciais para o sucesso.

Nesse contexto, investir em tecnologias e métodos de inteligência geográfica é muito recomendado. Pois permite a análise detalhada do entorno, do perfil do público-alvo, da concorrência, entre outras variáveis.

Compreensão do mercado

No detalhe, a inteligência geográfica permite a coleta e análise de dados georreferenciados. Ela fornece insights valiosos sobre padrões de tráfego, concorrência, demografia e comportamento do consumidor na área de interesse.

Essa abordagem possibilita identificar locais com alto potencial de atrair o consumidor-alvo, além de antecipar tendências comportamentais e mercadológicas.

Com essa compreensão aprofundada, é possível tomar decisões embasadas na escolha do local ideal para uma nova loja ou para a expansão da rede.

Visibilidade do estabelecimento

A visibilidade e a acessibilidade são critérios essenciais na escolha da localização.

Uma loja facilmente visível e acessível a pé, por transporte público ou veículo privado tem maiores chances de atrair clientes.

Neste quesito, a tecnologia de inteligência geográfica ajuda muito. Com ela, é possível identificar os pontos de maior fluxo de pessoas e a acessibilidade das vias, otimizando a escolha do ponto comercial para garantir uma maior exposição ao público-alvo.

Conveniência ao cliente

A conveniência é outro aspecto influenciado pela localização.

Uma loja perfeita deve estar onde é mais conveniente para seu público, seja em centros urbanos, shopping centers ou bairros residenciais, dependendo do tipo de produto ou serviço oferecido.

O uso de inteligência geográfica permite analisar a densidade residencial e a proximidade com outras facilidades comerciais e os hábitos de consumo locais. Com isso, assegurando que o estabelecimento esteja inserido no contexto de vida de seus consumidores.

Competição e sinergia comercial

Por fim, a localização deve ser escolhida considerando a presença de concorrentes diretos e de negócios complementares.

Ferramentas de inteligência geográfica oferecem uma visão clara da distribuição de competidores, potenciais parceiros e a saturação do mercado em diferentes áreas.

Esta análise contribui para posicionamento estratégico, cooperação entre negócios, entre outras vantagens competitivas.

→ Leia também:

Conclusão

A loja perfeita no varejo busca otimizar a experiência de compra ao integrar localização estratégica, disposição inteligente de produtos e tecnologia avançada.

O foco é satisfazer e antecipar as necessidades dos clientes, aumentando as vendas e a eficiência operacional.

Essa perfeição envolve estar em sintonia com as tendências de mercado e as inovações tecnológicas.

Para aprimorar a eficiência do ponto de venda, é vital analisar o comportamento do consumidor e adotar soluções tecnológicas, como pagamento via QR Code e sistemas de gestão.

Além disso, vale a pena investir no treinamento da equipe e em um atendimento ao cliente de alta qualidade, visando superar as expectativas dos consumidores e fidelizá-los.

O que você achou da reflexão sobre loja perfeita que trouxemos neste texto?

Quer descobrir se encontrou o melhor PDV possível para sua empresa? Confira nosso material de site evaluation:

ebook-site-evaluation-avaliação-de-pontos-comerciais
Geofusion Hannah Schroer
LinkedIn
Compartilhe:
Newsletter

Receba nossos conteúdos exclusivos!


Outras postagens

Os 15 bairros mais populosos do Brasil e seus dados demográficos

Gestão de estoque: aprenda como fazer com eficiência

Flagship store: saiba tudo sobre esse modelo de loja

Route to Market: o que é e como implementar na sua empresa