Publicado em 23/05/2024

Os 15 bairros mais populosos do Brasil e seus dados demográficos

Os 15 bairros mais populosos do Brasil e seus dados demográficos

Geofusion Hannah Schroer
LinkedIn
Compartilhe:
Bairros mais populosos do Brasil

Com tanta diversidade de culturas, paisagens e populações, nosso país abriga bairros que são verdadeiras metrópoles, com populações que rivalizam com grandes cidades do mundo. Mas você sabe quais são os bairros mais populosos do Brasil? 

Neste texto, vamos explorar essa questão, apresentando uma lista dos 15 bairros mais habitados do país e discutindo outros aspectos interessantes sobre essas regiões. 

Além disso, vamos te mostrar um estudo utilizando nossa própria metodologia para mostrar a você onde estão esses “mares de gente”, em que a população está concentrada.

Neste artigo você vai ver:

Vamos lá?

O que são os bairros oficiais?

Os bairros são divisões criadas pelas prefeituras para administrar os municípios. Por isso, seguem critérios administrativos e não mercadológicos. 

É o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que divulga a delimitação dos bairros brasileiros, depois de fazer sutis ajustes para que o desenho dessas áreas fique em harmonia com o desenho dos setores censitários.

No Brasil, existem 719 municípios com bairros oficiais divulgados pelo IBGE. São Paulo é um deles.

O restante dos municípios não tem delimitação oficial de bairros. 

Porém, para 40 cidades do estado de São Paulo, incluindo a capital, a Geofusion utiliza o desenho das UITs (Unidades de Informações Territorializadas) feito pela Emplasa (Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano).

A Emplasa é um órgão vinculado à Secretaria Estadual da Casa Civil de SP. Assim, ao todo, você encontra 15.409 bairros, de 759 municípios, na ferramenta da Geofusion para analisar diversos aspectos demográficos e econômicos do Brasil.

O IBGE faz a atualização dessas áreas ou a incorporação de novas a cada novo Censo. 

Quais são os 15 bairros mais populosos do Brasil?

O bairro mais populoso do Brasil é Campo Grande, no Rio de Janeiro. O campeão brasileiro conta com 346.721 pessoas distribuídas por 104,9 Km². 

A capital fluminense também abriga o segundo bairro mais populoso: Santa Cruz, onde vivem 238.710 habitantes em uma área de 123,11 Km².

Essas informações podem ser facilmente observadas utilizando um software de geomarketing, como o da Geofusion. 

Foi por meio desta ferramenta que realizamos o estudo do artigo, no qual vamos entender em quais bairros a população brasileira está concentrada.Para este estudo, consideramos informações das fontes: Censo 2022 – PNAD e Projeções Geofusion para 2024, IBGE e Ministério do Trabalho.

guia-de-geomarketing

Veja então o ranking completo dos 15 bairros mais populosos do Brasil:

Saiba um pouco mais sobre os bairros mais populosos do Brasil

Agora que você já sabe quais são os 15 bairros mais populosos do Brasil, que tal saber um pouco mais sobre eles?

Com uma ferramenta de geomarketing, podemos estudar diversas características demográficas de cada região, como o tamanho da população, que você viu acima.

Outros dados demográficos são a renda média, o gênero, população rural ou urbana, faixa etária, nível de instrução e muitos outros.

Aproveite para ler também sobre o novo Censo Demográfico 2022 e entenda os destaques da atualização.

Descubra agora os destaques sobre os bairros mais populosos do Brasil:

1. Campo Grande – Rio de Janeiro

Como você viu, Campo Grande no Rio de Janeiro é o bairro mais populoso do Brasil. Veja agora mais alguns detalhes sobre o bairro carioca:

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente está entre 35 a 49 anos, representando 23,47% da população do bairro.
  • Gênero: As mulheres são maioria, com um total de 197.902 habitantes do gênero feminino, representando 53,01% dos habitantes.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente é a B2 (de R$ 4.607 a R$ 8.150), sendo 19,21% da renda média total do bairro.
  • Nível de instrução: A maior parte dos residentes do bairro não possui instrução e não têm o ensino fundamental completo, representando 38,6%. No segundo lugar está a população com ensino médio completo e superior incompleto, representando 34,4%.
  • Domicílios: A grande maioria da população do bairro vive em casas (91,96%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com 3 moradores (24,77%).

Com o software da Geofusion, você consegue visualizar facilmente a renda média domiciliar do bairro:

Renda média por setores censitários, no bairro Campo Grande, em Rio de Janeiro – RJ, onde as regiões em verde representam maior renda, e as regiões em vermelho, menor.

2. Santa Cruz – Rio de Janeiro

O segundo colocado entre os bairros mais populosos do Brasil é Santa Cruz, também no Rio de Janeiro. Veja os destaques do bairro:

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente está entre 35 a 49 anos, representando 21,06% da população do bairro.
  • Gênero: Assim como em Campo Grande, as mulheres também são maioria no bairro Santa Cruz, com um total de 124.712 habitantes do gênero feminino, representando 52,24% dos habitantes.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente é a E (renda média até R$ 1.412), sendo 29,23% da renda média total do bairro.
  • Nível de instrução: A maior parte dos residentes do bairro não possui instrução e não têm o ensino fundamental completo, representando 51,93%. No segundo lugar está a população com ensino médio completo e superior incompleto, representando 25,51%.
  • Domicílios: A grande maioria da população do bairro vive em casas (91,96%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com 3 moradores (24,77%).

Veja abaixo a representação do nível de instrução por setores censitários no mapa do bairro:

Nível de instrução por setores censitários em Santa Cruz, no Rio de Janeiro, onde as regiões em verde representam mais instrução e os em vermelho, menos.

3. Jacarepaguá – Rio de Janeiro

Vamos ver agora os destaques do terceiro bairro mais populoso do Brasil: Jacarepaguá, no Rio de Janeiro:

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente está entre 35 a 49 anos, representando 23,24% da população do bairro.
  • Gênero: As mulheres também são maioria em Jacarepaguá, com um total de 114.962 habitantes do gênero feminino, representando 50,86% dos habitantes.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente é a C1 (de R$ 2.713 a R$ 4.607), sendo 21,95% da renda média total do bairro.
  • Nível de instrução: Novamente, pessoas sem instrução e fundamental incompleto são maioria no bairro, representando 52,12%. No segundo lugar está a população com médio completo e superior incompleto, representando 22,38%.
  • Domicílios: Aproximadamente metade da população do bairro vive em casas (52,09%) seguida de apartamentos (31,19%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com 2 moradores (26,01%).

Veja abaixo o mapa representando o PEA Dia (população economicamente ativa durante o dia) em Jacarepaguá, por setores censitários:

População economicamente ativa em Jacarepaguá, Rio de Janeiro, por setores censitários, onde os tons em verde representam predominância dessa população.

4. Cocaia – São Paulo

Veja os destaques demográficos de mais este bairro populoso no Brasil, Cocaia, em São Paulo. Confira:

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente está entre 35 a 49 anos, representando 23,92% da população do bairro.
  • Gênero: As mulheres também são maioria em Cocaia, com um total de 113.011 habitantes do gênero feminino, representando 51,71% dos habitantes.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente é a E (até R$ 1.412), sendo 27,51% da renda média total do bairro.
  • Nível de instrução: Pessoas sem instrução e fundamental incompleto são maioria em Cocaia, representando 59,20%. No segundo lugar está a população com fundamental completo e médio incompleto, representando 20,11%.
  • Domicílios: A grande maioria da população do bairro vive em casas (96,22%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com 3 moradores (26,24%).

Veja abaixo a representação da densidade demográfica (a quantidade de habitantes por Km²) no mapa do bairro:

Densidade demográfica por setores censitários em Cocaia – SP, onde os tons verdes representam as áreas com maior número de habitantes, e os tons vermelhos, menos residentes.

5. Bangu – Rio de Janeiro

Confira os destaques demográficos de Bangu no Rio de Janeiro, um dos bairros mais populosos do Brasil:

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente está entre 35 a 49 anos, representando 22,18% da população do bairro.
  • Gênero: As mulheres também são maioria em Bangu, com um total de 108.081 habitantes do gênero feminino, representando 53,46% dos habitantes.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente é a E (até R$ 1.412), sendo 22,92% da renda média total do bairro, seguida de perto pela C1 (de R$ 2.713 a R$ 4.607), sendo 22,38%.
  • Nível de instrução: Pessoas sem instrução e fundamental incompleto são maioria em Bangu, representando 45,15%. No segundo lugar está a população com médio completo e superior incompleto, representando 29,35%.
  • Domicílios: A grande maioria da população do bairro vive em casas (79,81%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com 3 moradores (24,92%).

Veja abaixo o mapa representando a representação da população que trabalha por setores censitários em Bangu:

População que trabalha por setores censitários em Bangu no Rio de Janeiro, onde os tons em verde representam maior predominância de pessoas que trabalham e os em vermelho, menos.

6. Cidade Ariston (COHAB) – Carapicuíba

O segundo bairro paulista da lista é Cidade Ariston (COHAB) em Carapicuíba, mas é o sexto bairro mais populoso do Brasil. Vamos ver, então, os destaques demográficos do bairro?

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente está entre 35 a 49 anos, representando 23,31% da população do bairro.
  • Gênero: As mulheres também são maioria no bairro, com um total de 100.852 habitantes do gênero feminino, representando 51,95% dos habitantes.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente é a C1 (de R$ 2.713 a R$ 4.607), sendo 24,12% da renda média total do bairro.
  • Nível de instrução: A maior parte dos residentes do bairro não possui instrução e não têm o ensino fundamental completo, representando 49,56%. No segundo lugar está a população com ensino médio completo e superior incompleto, representando 23,95%.
  • Domicílios: A maior parte da população do bairro vive em casas (73,17%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com 3 moradores (26,93%).

Veja abaixo o mapa representando o TGCA, taxa geométrica de crescimento(projeção Geofusion 2024)da população por setores censitários:

TGCA do bairro Cidade Ariston (COHAB) em Carapicuíba – SP por setores censitários, onde os tons verdes representam maior crescimento da população e os vermelhos, menor crescimento.

7. Cidade Tiradentes – São Paulo

A Cidade Tiradentes, em São Paulo, é o terceiro bairro paulista da lista dos bairros mais populosos do Brasil. Veja os destaques demográficos do bairro:

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente está entre 35 a 49 anos, representando 22,01% da população do bairro.
  • Gênero: As mulheres continuam sendo maioria, com um total de 95.201 habitantes do gênero feminino, representando 52,63% dos habitantes.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente é a E (até R$ 1.412), sendo 26,98% da renda média total do bairro.
  • Nível de instrução: A maior parte dos residentes do bairro não possui instrução e não têm o ensino fundamental completo, representando 53%. No segundo lugar está a população com fundamental completo e médio incompleto, representando 23,04%.
  • Domicílios: O bairro está bem dividido entre casas (47,21%) e apartamentos (51,84%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com 3 moradores (25,95%).

Veja no mapa abaixo a renda média domiciliar por setores censitários em Cidade Tiradentes:

Renda média por setores censitários, no bairro Cidade Tiradentes em São Paulo, onde as regiões em verde representam maior renda, e as regiões em vermelho, menor.

8. Copacabana – Rio de Janeiro

Voltando para o Rio de Janeiro, vamos ver os destaques demográficos de Copacabana, um dos bairros mais populosos do Brasil e sem dúvidas um dos mais famosos:

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente é a das pessoas com mais de 60 anos, representando 31,23% da população do bairro.
  • Gênero: As mulheres também são maioria em Copacabana, com um total de 98.388 habitantes do gênero feminino, representando 57,75% dos habitantes.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente é a A++ (mais de R$ 28.096), sendo 31,34% da renda média total do bairro.
  • Nível de instrução: A maior parte dos residentes do bairro possui superior completo, representando 41,71%. No segundo lugar está a população com ensino médio completo e superior incompleto, representando 28,59%.
  • Domicílios: A grande maioria da população do bairro vive em apartamentos (93,22%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com apenas 1 morador (36,3%).

Observe o potencial de consumo por setores censitários em Copacabana no mapa abaixo:

Potencial de consumo por setores censitários em Copacabana, no Rio de Janeiro – RJ, onde os tons verdes representam maior potencial e os vermelhos, menor.

9. Barra da Tijuca – Rio de Janeiro

Além de ser um dos bairros mais populosos do Brasil, a Barra da Tijuca também é um bairro bastante famoso no Rio de Janeiro. Veja abaixo algumas características demográficas da Barra:

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente está entre 35 a 49 anos, representando 27,57% da população do bairro, seguida da faixa de pessoas com mais de 60 anos, com 19,10%.
  • Gênero: As mulheres também são maioria, com um total de 88.753 habitantes do gênero feminino, representando 53,30% dos habitantes.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente é a A++ (mais de R$ 28.096), sendo 58,52% da renda média total do bairro.
  • Nível de instrução: A maior parte dos residentes do bairro possui superior completo, representando 47,94%. No segundo lugar está a população com ensino médio completo e superior incompleto, representando 23,28%.
  • Domicílios: A grande maioria da população do bairro vive em apartamentos (85,99%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com 2 moradores (31,45%).

Observe o cruzamento de faixa de renda vs faixa etária da Barra da Tijuca por setores censitários no mapa abaixo:

Cruzamento de faixa de renda (A++) vs faixa etária (35 a 44 anos) na Barra da Tijuca por setores censitários, onde as regiões em verde representam maior presença desse público, e as regiões em vermelho, menos.

10. Pimentas – Guarulhos

Veja os destaques demográficos de mais este bairro populoso no Brasil, Pimentas, em Guarulhos:

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente está entre 35 a 49 anos, representando 23,68% da população do bairro.
  • Gênero: As mulheres também são maioria, mas com uma diferença menor que os outros bairros analisados. Em Pimentas, elas são 85.591, representando 51,94% dos habitantes.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente é a C1 (de R$ 2.713 a R$ 4.607), sendo 25,09% da renda média total do bairro.
  • Nível de instrução: Novamente, pessoas sem instrução e fundamental incompleto são maioria no bairro, representando 52,67%. No segundo lugar está a população com médio completo e superior incompleto, representando 22,01%.
  • Domicílios: A maior parte da população vive em casas (90,67%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com 3 moradores (26,83%).

Veja abaixo o mapa representando o nível de instrução por setores censitários em Pimentas:

Nível de instrução por setores censitários em Pimentas, em Guarulhos, onde as regiões em verde representam mais instrução e os em vermelho, menos.

11. Cidade Industrial de Curitiba – Curitiba

Confira os destaques demográficos do bairro Cidade Industrial de Curitiba, em Curitiba, mais um dos bairros mais populosos do Brasil:

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente está entre 35 a 49 anos, representando 23,50% da população do bairro.
  • Gênero: Novamente, as mulheres são maioria no bairro, sendo 83.120 e representando 51,68% da população total.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente é a C1 (de R$ 2.713 a R$ 4.607), sendo 30,14%.
  • Nível de instrução: Pessoas sem instrução e fundamental incompleto são maioria no bairro, representando 50,34%. No segundo lugar está a população com médio completo e superior incompleto, representando 26,67%.
  • Domicílios: A grande maioria da população do bairro vive em casas (77,38%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com 3 moradores (29,21%).

Veja abaixo o mapa representando a faixa etária de 35 a 49 anos por setores censitários, na Cidade Industrial de Curitiba:

Faixa etária de 35 a 49 anos por setores censitários na Cidade Industrial de Curitiba, onde os tons verdes indicam maior presença deste público e os tons vermelhos, menor.

12. Guaratiba – Rio de Janeiro

Veja agora as principais características demográficas de Guaratiba, no Rio de Janeiro:

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente está entre 35 a 49 anos, representando 22% da população do bairro, seguida da faixa dos 25 a 34 anos, com 16,60%.
  • Gênero: As mulheres são maioria neste bairro, sendo 79.386 e representando 51,60% da população do bairro.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente é a E (até R$ 1.412), sendo 27,14% e seguida pela faixa de renda C2 (de R$ 1.525 a R$ 2.713), sendo 21,73%.
  • Nível de instrução: Pessoas sem instrução e fundamental incompleto são maioria no bairro, representando 53,17%. No segundo lugar está a população com médio completo e superior incompleto, representando 25,23%.
  • Domicílios: A grande maioria da população do bairro vive em casas (94,47%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com 3 moradores (25%).

Veja abaixo o mapa representando o TGCA (projeção Geofusion 2024) da renda média por setores censitários:

TGCA da renda média do bairro Guaratiba no Rio de Janeiro por setores censitários, onde os tons verdes escuros representam maior crescimento da renda e os vermelhos, menos crescimento.

13. Realengo – Rio de Janeiro

Realengo, no Rio de Janeiro, é o 13º bairro mais populoso do Brasil. Veja abaixo os destaques demográficos:

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente está entre 35 a 49 anos, representando 21,93% da população do bairro.
  • Gênero: As mulheres também são maioria no bairro, com um total de 81.685 habitantes do gênero feminino, representando 53,46% dos habitantes.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente é a C1 (de R$ 2.713 a R$ 4.607), sendo 22,24% da renda média total do bairro.
  • Nível de instrução: A maior parte dos residentes do bairro não possui instrução e não têm o ensino fundamental completo, representando 42,54%. No segundo lugar está a população com ensino médio completo e superior incompleto, representando 31,34%.
  • Domicílios: A maior parte da população do bairro vive em casas (70%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com 2 moradores (25,39%).

Veja abaixo o mapa representando a população economicamente ativa durante o dia (PEA Dia), por setores censitários:

População economicamente ativa em Realengo, Rio de Janeiro, por setores censitários, onde os tons em verde representam predominância dessa população.

14. Recreio dos Bandeirantes – Rio de Janeiro

O 14º colocado em nosso ranking dos 15 bairros mais populosos do Brasil é o Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro. Observe os destaques demográficos do bairro:

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente está entre 35 a 49 anos, representando 25,89% da população do bairro.
  • Gênero: As mulheres são maioria neste bairro, sendo 78.277 e representando 52,24% da população do bairro.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente no é a A++ (mais de 28.096), sendo 30,53%, seguida da faixa B1 (de R$ 8.150 a 16.186) com 17,71%.
  • Nível de instrução: Pessoas sem instrução e fundamental incompleto são 33,51% no bairro, seguidas das pessoas com superior completo (28,45%).
  • Domicílios: A maior parte da população do bairro vive em apartamentos (68,85%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com 2 moradores (29,29%).

Veja abaixo o mapa representando o potencial de consumo no Recreio dos Bandeirantes:

Potencial de consumo por setores censitários no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro – RJ, onde os tons verdes representam maior potencial e os vermelhos, menor.

15. Tijuca – Rio de Janeiro

Por fim, o último bairro mais populoso do Brasil da nossa lista é a Tijuca, no Rio de Janeiro. Entenda algumas características demográficas:

  • Faixa etária: A faixa etária mais presente é a das pessoas com 60 anos ou mais, representando 25,97% da população do bairro.
  • Gênero: As mulheres também são maioria na Tijuca, com um total de 84.273 habitantes do gênero feminino, representando 56,83% dos habitantes.
  • Faixa de renda domiciliar: A faixa de renda domiciliar mensal mais presente é a A++ (mais de R$ 28.096), sendo 28,29% da renda média total do bairro.
  • Nível de instrução: A maior parte dos residentes do bairro possui superior completo, representando 36,35%. No segundo lugar está a população com ensino médio completo e superior incompleto, representando 29,08%.
  • Domicílios: A grande maioria da população do bairro vive em apartamentos (81,11%) e a maior parte das pessoas mora em domicílios com 2 moradores (31,74%).

Veja abaixo a representação da população que trabalha por setores censitários, na Tijuca:

População que trabalha por setores censitários em Tijuca, no Rio de Janeiro, onde os tons em verde representam maior predominância de pessoas que trabalham e os em vermelho, menos.

Saiba e faça mais com Geofusion!

Como você viu neste artigo, é possível descobrir informações incríveis sobre nosso país, como os bairros mais populosos do Brasil, utilizando geomarketing.

Mas você sabia que é possível saber ainda mais e ainda utilizar essas análises para alavancar as vendas na sua empresa, independentemente do segmento?

Falamos sobre isso no nosso ebook gratuito “5 poderosas análises de Geomarketing para sua empresa“, onde você vai descobrir:

  • O que analisar para estimar o poder de compra dos seus consumidores;
  • Como mapear o trajeto dos clientes até os PDVs para descobrir oportunidades;
  • Como aproveitar perfis de locais para aumentar as vendas do seu negócio.

Baixe gratuitamente clicando no banner abaixo:

Nova call to action
Tags   
Geofusion Hannah Schroer
LinkedIn
Compartilhe:
Newsletter

Receba nossos conteúdos exclusivos!


Outras postagens

Intenção de compra: saiba o que é, tipos e aplicações no mercado

Cobertura de estoque: saiba como gerir com eficiência

Análise de mercado: o que é e como fazer?

Share de gôndola: o que é e a importância do indicador para indústrias