Publicado em 19/03/2024

Estudo de viabilidade de ponto comercial: dicas de uso de dados

Estudo de viabilidade de ponto comercial: dicas de uso de dados

Geofusion Hannah Schroer
LinkedIn
Compartilhe:
Estudo de viabilidade de ponto comercial

O estudo de viabilidade de ponto comercial é muito importante antes de abrir uma nova loja. Ele ajuda a entender aspectos como custo-benefício do local e possíveis resultados que a unidade trará.

Trata-se de uma tarefa desafiadora, pois é preciso estimar diferentes gastos e riscos. Inclusive, fazer projeções de vendas de modo a saber o quanto de fato vale a pena investir em um determinado imóvel.

Em grandes redes, isso se torna massivo: frequentemente a análise precisa ser feita para várias unidades de varejo ao mesmo tempo.

Além disso, também ocorre a necessidade de lidar com particularidades regionais. Ou seja, considerar as distinções existentes entre mercados e populações conforme áreas, bairros, cidades, estados, e assim por diante.

Neste caso, como obter assertividade e agilidade em avaliações como essas? É o que mostraremos no conteúdo a seguir.

Continue lendo para ver em detalhes:

  • O que é um estudo de viabilidade de ponto comercial?
  • Como analisar a viabilidade de um ponto comercial?
  • Como o geomarketing auxilia no estudo de viabilidade de ponto comercial?

Confira!

O que é um estudo de viabilidade de ponto comercial?

Em linhas gerais, um estudo de viabilidade é uma análise detalhada que considera todos os aspectos críticos de um projeto proposto para determinar a probabilidade de sucesso.

No contexto de expansão de unidades de negócios, o estudo de viabilidade de ponto envolve estimar gastos, riscos e projeções de vendas para determinar se é ou não factível estabelecer um negócio em determinada localização.

Essa investigação considera fatores como:

  • tamanho do mercado disponível;
  • poder aquisitivo da região;
  • comportamento e perfil do consumidor;
  • presença e força da concorrência;
  • fluxo de pessoas;
  • fluxo de tráfego;
  • grau de acesso e visibilidade;
  • entre outros. 

Basicamente, faz-se estudo de viabilidade de ponto comercial para acertar nas tomadas de decisão ao avaliar a adequação do local escolhido para o sucesso do negócio. 

Dessa forma, fica mais assertivo determinar o investimento inicial. E, ao mesmo tempo, reduz-se os riscos, têm-se previsão de vendas, faturamento e receita, entre outras cantáveis competitivas.

→ Leia também:

Como analisar a viabilidade de um ponto comercial?

Conforme já adiantamos, são vários os fatores a serem finamente avaliados durante a análise de viabilidade de um ponto comercial. 

Confira, a seguir, um passo a passo para compreendê-la com sucesso. 

7 passos para analisar a viabilidade de em um novo ponto

1. Escopo 

Comece definindo o escopo do projeto. Ele precisa deixar claro o objetivo do negócio, o público-alvo e o tipo de produto ou serviço oferecido. 

Essencialmente, trata-se de delimitar bem o mercado em que se deseja adentrar, considerando as necessidades específicas de seus clientes potenciais e como a empresa pretende atendê-las. 

2. Demanda

Em seguida, é preciso fazer uma análise da demanda. Ela exige uma investigação sobre o volume potencial de clientes na área de interesse e suas preferências de consumo. 

Neste ponto, vale a pena utilizar ferramentas de geomarketing, pois elas são capazes de revelar informações valiosas sobre:

  • densidade demográfica;
  • faixa etária;
  • renda;
  • perfil de consumo do público-alvo na região;
  • e muito mais. 

3. Localização

Também a escolha da localização é determinante para o sucesso do estudo de viabilidade do ponto comercial. 

Isso porque, a partir dela, fatores como visibilidade, acessibilidade, fluxo de pessoas e proximidade com pontos de interesse (como escolas e universidades) ou com estabelecimentos complementares são considerados na análise. 

Tenha em mente que a localização deve ser avaliada para além dos aspectos físicos. Ela tem que considerar também frentes como presença online.​

4. Concorrência

Feito isso, o próximo passo é identificar e analisar os concorrentes presentes na região escolhida para abrir o ponto comercial. 

Isso inclui entender o número de competidores, a qualidade dos serviços ou produtos oferecidos por eles e suas estratégias de mercado. 

Lembre-se: estar próximo a concorrentes pode ser benéfico em determinados contextos, mas é essencial avaliar a saturação mercadológica e identificar oportunidades de diferenciação.

→ Leia também:

5. Custos

Outra etapa fundamental da análise de viabilidade de ponto comercial é a investigação e o planejamento financeiro. Nela, devem entrar todos os custos associados à instalação e operação da unidade.

Basicamente, são considerados fatores como aluguel, reformas, impostos e gastos operacionais.

A avaliação dos custos é crítica para garantir a sustentabilidade financeira do empreendimento. E nisso também uma boa solução de geomarketing ajuda muito, sobretudo facilitando análises de mercado que trazem muito mais acuracidade nas estimativas de custos.

6. Riscos

Paralelamente, deve-se identificar e avaliar os riscos durante a análise de viabilidade de ponto comercial. 

Esse exercício envolve variáveis como mudanças econômicas, tendências de mercado e possíveis alterações na legislação que podem afetar o negócio. 

A análise de riscos deve levar em conta também a segurança da região e possíveis necessidades de investimento nessa área.

7. Regulamentação

Por fim, mas não menos importante, deve-se verificar a regulamentação local e garantir que o ponto comercial esteja em conformidade com todas as leis e normativas aplicáveis.

Nessa análise é importante considerar questões como zonamento, saúde, segurança e outras especificações setoriais. Isso porque a não observância desses requisitos pode levar a multas, fechamento do estabelecimento ou custos adicionais significativos para adequação.

Como o geomarketing auxilia no estudo de viabilidade de ponto comercial?

Como você viu, até aqui citamos bastante o geomarketing

Ele refere-se, em síntese, à metodologia que utiliza dados de localização para revelar oportunidades de novos negócios, direcionar campanhas de marketing, ajudar na segmentação do público-alvo, atrair clientes e aumentar os lucros.

O geomarketing é tão importante no contexto atual que, até 2025, ele deve movimentar 21,8 bilhões de dólares globalmente em ferramentas e serviços, segundo estudo da Markets and Markets.

Voltemos ao tema do estudo de viabilidade de ponto comercial!

No detalhe, encontrar o lugar ideal para novos estabelecimentos é algo que, independentemente do segmento de atuação da empresa, envolve o uso de inteligência geográfica.

Afinal, é importante que os profissionais envolvidos consigam enxergar além de aspectos imobiliários e considerem os impactos do entorno no sucesso de seu negócio.

Isso significa estudar as características territoriais de onde ele pretende investir, bem como presença da concorrência, perfil dos habitantes, dos trabalhadores e o fluxo de passantes, por exemplo.

Nova call to action

Entenda o perfil do entorno do ponto de interesse

Com a solução da Geofusion, sua empresa consegue, de maneira simples e intuitiva, digitar o endereço de onde está interessada em expandir, e então descobrir os prováveis resultados que obterá.

Desta forma, ela descobre uma previsão de vendas que será trazido pela unidade, ou um Score Personalizado – isto é, uma pontuação a respeito do potencial daquele local.

Além disso, a ferramenta exibe informações geográficas estratégicas, como:

  • População residente no entorno;
  • Faixas de renda dos habitantes;
  • Redes varejistas estabelecidas nas proximidades.

Esses são dados que podem ser utilizados em seu estudo de viabilidade de ponto comercial para diversas finalidades.

Um deles é o entendimento sobre o nível de competitividade daquela área, uma vez que demonstra o quanto os concorrentes estão presentes por ali – o que facilita, portanto, a mensuração do market share da sua companhia.

Outra possibilidade é identificar a aderência que existe entre seu público-alvo e as pessoas que moram ou circulam naquele território.

Afinal, caso seu foco esteja em consumidores com renda mais alta, o ideal é deixar as unidades alocadas onde há maior poder aquisitivo, por exemplo.

estudo-de-viabilidade-de-pontos-comerciais
Exemplo fictício de Score Pesonalizado de ponto comercial situado na Berrini, em São Paulo (SP)

Obtenha análises profundas sobre a região

Os dados da ferramenta podem ser cruzados com diversas outras variáveis de inteligência geográfica, considerando aspectos demográficos e mercadológicos.

Ao contratar uma equipe de especialistas, como os da Consultoria da Geofusion, a estimativa de faturamento da unidade de varejo em seu estudo de viabilidade de ponto comercial pode se tornar ainda mais robusta.

Caso disso é de uma empresa que pretendia aumentar sua expansão em diferentes cidades do Brasil e precisava entender melhor tanto o perfil de seus clientes quanto o impacto que os locais onde ela já estava presente tinham em sua performance.

A partir da própria base interna, a companhia descobriu a área de influência de seus estabelecimentos – ou seja, a distância entre os endereços dos clientes e as lojas, indicando o quanto eles estão dispostos a percorrer para realizar uma compra.

Além desse aspecto, foi possível entender também a relação existente entre a proximidade da concorrência, o total de domicílios, o fluxo de pessoas e veículos no território e o impacto que esses fatores têm no faturamento dos estabelecimentos da companhia.

Com o cruzamento desses dados, a varejista obteve uma previsão de suas vendas para cada unidade de modo a, desta forma, espelhar suas estratégias em novos pontos conforme os diferentes formatos e regiões.

estudo-de-viabilidade-de-pontos-comerciais-calculadora
Exemplo fictício de área de influência (em rosa) de 4km a partir de um ponto comercial na República, em São Paulo (SP) x concorrentes (em triângulos brancos)

→ Leia também: Conheça o software de geomarketing líder de mercado.

Conclusão

Um estudo de viabilidade eficaz aponta um projeto na direção certa, ajudando os decisores a ter uma visão holística dos potenciais benefícios, desvantagens, barreiras e constrangimentos que podem afetar o seu resultado. 

No caso específico que tratamos aqui, o principal objetivo de um estudo de viabilidade é determinar se o ponto comercial é viável e benéfico — técnica, financeira, jurídica e mercadologicamente.

A ferramenta da Geofusion é a melhor ferramenta do mercado para empresas que precisam expandir com precisão e agilidade.

Os recursos de inteligência artificial do software tornam a tarefa de elaboração de estudo de viabilidade de ponto comercial mais simples, reduzindo várias horas de esforço, diminuindo riscos e fazendo com que a tomada de decisão da sua empresa fique ainda mais prática.

O que você achou dos insights que trouxemos aqui sobre estudo de viabilidade de ponto comercial? Entre em contato com nossos especialistas e saiba como ter a previsão de vendas de potenciais pontos de vendas.

Nova call to action

Geofusion Hannah Schroer
LinkedIn
Compartilhe:
Newsletter

Receba nossos conteúdos exclusivos!


Outras postagens

12 tipos de estoque no varejo e na indústria

Rota de vendas: como fazer com geomarketing

Canais indiretos: o que são e como alcançá-los com geomarketing

Loja perfeita no varejo: o que é e como tornar o ponto de venda mais eficiente