Publicado em 14/03/2024

Gestão de franquias: como garantir o sucesso do seu franqueado

Gestão de franquias: como garantir o sucesso do seu franqueado

Geofusion Victor Melo
LinkedIn
Compartilhe:
gestao-de-franquias-1-f

Para que seja considerada eficaz, a gestão de franquias precisa contribuir para a expansão da marca, o fortalecimento da reputação, a redução de riscos e o aumento da lucratividade.

Logo, deve ser permeada por um know-how bem definido, manuais operacionais detalhados, negociações bem conduzidas e um fluxo operacional sólido.

E tudo isso resultando na satisfação do cliente e no sucesso tanto do franqueador quanto do franqueado.

Agora você já pensou na importância e em como realizar uma gestão de franquia focada nos resultados do franqueado?

Nós vamos te ajudar com essa reflexão conduzindo sua leitura pelos seguintes tópicos:

  • Quais são as especificidades da gestão de franquias?
  • Como fazer uma gestão de franquias eficiente?
  • Como auxiliar o franqueado a escolher um bom ponto comercial?
  • O que mais fazer para garantir a boa performance do franqueado?

Acompanhe!

ebook-futuro-franchisng

Quais as especificidades da gestão de franquias? 

A gestão de franquias envolve a administração eficiente de uma rede de franqueados, garantindo o sucesso e crescimento do negócio.

Ela inclui a definição de objetivos estratégicos, suporte aos empreendedores que apostaram na marca, estabelecimento de padrões operacionais, capacitação e a manutenção da qualidade. 

No detalhe, a gestão de franquias tem características bem específicas. Confira, a seguir, um detalhamento de como ela deve ser.

Compliance

Uma boa gestão de franquias tem como espinha dorsal o rigoroso cumprimento das obrigações legais, além das boas práticas de governança já testadas e aprovadas no mercado.

Do ponto de vista legal, cabe ao franqueador seguir, por exemplo, a Lei de Franquias (13.966/19) que, em síntese, versa sobre a entrega da Circular de Oferta de Franquia (COF) e do Contrato de Franquia.

Além disso, o franqueador precisa ter uma boa orientação jurídica para elaborar contratos acessórios. Eles, apesar de não estarem delimitados na legislação geral mencionada, devem cobrir as normativas legais do setor de atuação. 

Comunicação efetiva

O diálogo efetivo entre franqueadores e franqueados é um dos pilares da gestão de franquias bem-sucedida. 

Isso requer a troca de informações sobre tendências emergentes, desafios do mercado e estratégias de marketing e vendas. 

Logo, a comunicação deve ser clara e aberta, alinhando objetivos e garantindo que todos os envolvidos estejam na mesma página e trabalhem em conjunto para alcançar o sucesso.

Treinamento e suporte

Também treinamentos e suporte contínuos aos franqueados compõem a boa gestão de franquias. Isso visando a padronização e a qualidade em toda a rede de franquias, mas também a capacitação dos franqueados a operar seus negócios com eficiência. 

O treinamento precisa cobrir todos os aspectos da operação da franquia, desde a gestão financeira até o atendimento ao cliente. Por outro lado, o suporte deve ser acessível e responder em tempo hábil às necessidades dos franqueados.

Auditorias e controles

A realização de auditorias regulares e a implementação de controles também entram nessa equação. Elas mantêm a integridade da marca e a conformidade operacional. 

Para tal, é preciso estabelecer normativas e ações para verificação da adesão aos padrões da marca, políticas e procedimentos, bem como a avaliação da performance financeira e operacional das franquias. 

Basicamente, essas práticas ajudam a identificar áreas de melhoria e garantem que a rede de franquias opere com coesão e eficácia.

Gestão de relacionamento

Pensando na sustentabilidade, o gerenciamento propositivo do relacionamento com os franqueados é parte determinante da gestão de franquias. 

Ele envolve comunicação regular e suporte, mencionados anteriormente, além da administração de expectativas e a resolução de conflitos de maneira justa e transparente. 

Deve-se sempre ter em mente que as boas relações entre franqueador e franqueado contribuem para um ambiente de negócios positivo e produtivo.

Tecnologia e inovação

Por fim, não se pode falar em gestão de franquias sem a adoção de tecnologias avançadas e de um olhar para a inovação contínua.

Essas são frentes essenciais para manter a competitividade no mercado

No detalhe, a gestão precisa ser amparada por sistemas específicos para o ecossistema de franchising — que facilitem as operações diárias tornando elas orientadas por dados.

Ademais, a implementação de estratégias e métodos inovadores conduzem a gestão de franquias a um patamar de crescimento sustentável. Isso tanto para o franqueador quanto para seus franqueados.

Como fazer uma gestão de franquias eficiente?

Confira agora algumas dicas para elevar a eficiência da sua gestão de franquias. 

Elabore processos padronizados 

Crie manuais operacionais detalhados abordando todos os aspectos da operação da franquia. Isso desde procedimentos de atendimento ao cliente até a gestão financeira, passando por estratégias de marketing, vendas e assim por diante. 

Por exemplo, o documento de processos de uma franquia de alimentação pode especificar as etapas exatas para a preparação de cada item do menu, garantindo que o produto final seja o mesmo em todas as unidades.

Realize treinamentos e capacitações periódicas

Mantenha os franqueados e suas equipes atualizados sobre as melhores práticas, novos produtos ou serviços e eventuais mudanças nos processos operacionais. 

Faça isso com capacitações formais periódicas, mas também em convenções anuais. 

Para otimizar custos, uma boa iniciativa é realizar webinars mensais para discutir novas estratégias ou atualizações operativas.

Tenha um bom relacionamento com os franqueados

Proporcione linhas de comunicação abertas, oferecendo suporte proativo e disponibilidade para resolver dúvidas e problemas. 

Neste quesito, uma abordagem eficaz é a implementação de um sistema de feedback, onde os franqueados compartilham suas experiências, desafios e sugestões.

A ideia é promover um ambiente colaborativo e que reforce laços por meio do intercâmbio de ideias.

Defina e acompanhe indicadores de performance 

Avalie regularmente o sucesso da rede de franquias e identifique áreas que necessitam de melhorias. Isso tendo parâmetros analíticos de fácil entendimento por todos os envolvidos.

Indicadores como volume de vendas, faturamento e receita, bem como satisfação do cliente, eficiência operacional, entre outros, são bastante recomendáveis.

É interessante que isso seja realizado com base em ferramentas tecnológicas que facilitem a triangulação de dados gerando insights acionáveis. 

Monitore a reputação da sua marca 

Acompanhe em tempo real como a marca é vista pelos stakeholders e pela opinião pública em geral.

Isso pode ser feito monitorando avaliações online e feedbacks de clientes, possibilitando antever e gerenciar crises de imagem com agilidade e eficiência. 

Também nesse quesito, o uso de ferramentas automatizadas ajuda muito, uma vez que a percepção pública de uma marca nem sempre é notada em tempo hábil. 

Vale a pena também incentivar franqueados e seus clientes a compartilhar suas experiências positivas e fornecer feedbacks em canais específicos — mitigando as possibilidades de críticas transbordarem para o grande público antes mesmo que possam ser adequadamente tratadas.

→ Que tal aprender com uma das marcas mais bem-sucedidas no ecossistema de franchising? 

Dê o play neste vídeo e confira como a Cacau Show se tornou um grande case de sucesso em gestão de franquias:

Como e por que auxiliar o franqueado a escolher um bom ponto comercial? 

Olhemos agora para um início de relacionamento com novos franqueados. Nele, a gestão de franquias deve contemplar o auxílio à localização de pontos comerciais adequados.

Confira, nos tópicos que seguem, como você pode fazer isso. 

Entenda seu público-alvo 

Forneça ao franqueado uma compreensão profunda do público-alvo a ser conquistado

Para tal, identifique quem são os clientes potenciais, suas necessidades, comportamentos de compra e preferências. 

Faça isso analisando dados demográficos, psicográficos e geográficos — para garantir que o local selecionado esteja em uma área onde a densidade do público-alvo é alta. 

Por exemplo, uma franquia de produtos infantis deve estar localizada em regiões com uma alta concentração de famílias.

Descubra os fatores de sucesso do seu negócio

Tenha sempre em perspectiva que cada negócio tem seus próprios fatores de sucesso. E isso precisa ser considerado na escolha de um ponto comercial. 

Deve-se avaliar a visibilidade da loja, a facilidade de acesso, a proximidade com fornecedores ou parceiros estratégicos, e até mesmo a presença de concorrentes diretos ou indiretos na área. 

Basicamente, a ideia é determinar o tipo de localização que mais contribui para o bom desempenho da unidade.

Análise do potencial de pontos comerciais 

Faça uma análise detalhada do potencial de diferentes pontos comerciais do ponto de vista de geração de vendas, faturamento e lucro. 

Nela cabe a verificação do fluxo de pessoas na área e da compatibilidade do perfil de consumo das pessoas que vivem ou frequentam o local. Além disso, vale a pena olhar também para as probabilidades de crescimento da região. 

Ferramentas de inteligência geográfica são recomendadas para esse exercício analítico. Isso porque elas facilitam estudos de mercado que ajudam o franqueado a tomar uma decisão baseada em dados concretos.

Obtenha dados consistentes

Por falar em dados, preze pela consistência e pela confiabilidade deles, pois não convém que a escolha do ponto comercial seja guiada por “feeling”, intuição ou “eu conheço meu bairro”. 

Lembre-se: dentro de uma gestão de franquias que opta por auxiliar o sucesso do franqueado, coletar e analisar informações atualizadas e livres de vieses é muito importante.

O melhor caminho é fornecer inteligência de mercado amparada por tecnologias e métodos avançados. Dessa forma, minimiza-se os riscos na escolha do ponto comercial e, consequentemente, são maximizadas as chances de êxito.

Faça mapeamentos de mercado

Mapeie o mercado valendo-se da identificação visual das características geográficas, demográficas e econômicas de diferentes áreas.

Com isso, você vai garantir que entrem no leque de opções do franqueado apenas as zonas de alta atratividade de clientes, bem como aquelas com baixa saturação de mercado e que apresentem oportunidades inexploradas. 

Em síntese, bem realizado, o mapeamento mercadológico ajuda a visualizar o posicionamento estratégico do ponto comercial garantindo que a franquia tenha alto desempenho.

→ Dê o play neste vídeo e confira ainda mais dicas para localizar o ponto comercial perfeito:

[+ 7 dicas] O que mais fazer para garantir a boa performance dos seus franqueados?

1. Reconhecimento e recompensa

Estabeleça um sistema de reconhecimento para incentivar e motivar os franqueados a alcançarem altos desempenhos.

2. Ações baseadas em feedback

Encoraje-os a compartilhar suas opiniões e sugestões e demonstrando disposição para implementar melhorias.

3. Avaliação de desempenho

Monitore e analise o desempenho dos franqueados regularmente, fornecendo feedback construtivo.

4. Atenção personalizada

Além do suporte padrão, adapte os auxílios às necessidades específicas de cada franqueado, ajudando-os a superar desafios e atingir objetivos.

5. Responsabilidade

Estabeleça metas claras e mecanismos de responsabilização para garantir alinhamento com os padrões de governança e reputação da marca.

6. Adesão ao sistema

Encoraje os franqueados a aderirem estritamente ao modelo de negócios e às práticas estabelecidas para garantir consistência e qualidade de ponta a ponta.

7. Gestão de talentos

Incentive os franqueados a investir na contratação de funcionários competentes e na criação de um ambiente de trabalho capaz de reter talentos.

Conclusão

A gestão de franquias exige uma abordagem diferenciada, focada na comunicação efetiva, treinamento e suporte, auditorias e controles, gestão de relacionamento e inovação tecnológica.

Entender essas especificidades é o primeiro passo para navegar com sucesso nesse sofisticado ecossistema, garantindo o crescimento sustentável e a satisfação tanto dos franqueados quanto dos clientes.

Que tal, nós conseguimos ampliar suas perspectivas sobre como realizar uma gestão de franquias visando garantir o sucesso do franqueado?

Não deixe de conferir nosso material inédito, e saber ainda mais a respeito das oportunidades para este segmento:

ebook-fatores-de-sucesso
Geofusion Victor Melo
LinkedIn
Compartilhe:
Newsletter

Receba nossos conteúdos exclusivos!


Outras postagens

12 tipos de estoque no varejo e na indústria

Rota de vendas: como fazer com geomarketing

Canais indiretos: o que são e como alcançá-los com geomarketing

Loja perfeita no varejo: o que é e como tornar o ponto de venda mais eficiente